A importância do perdão


O pequeno Zeca entra em casa, após a aula, batendo forte os seus pés no assoalho da casa. Seu pai, que estava indo para o quintal para fazer alguns serviços na horta, ao ver aquilo chama o menino para uma conversa.

Zeca, de oito anos de idade, o acompanha desconfiado. Antes que seu pai dissesse alguma coisa, fala irritado:

- Pai, estou com muita raiva. O Juca não deveria ter feito comigo. Desejo tudo de ruim para ele.

Sei pai, um homem simples mas cheio de sabedoria, escuta calmamente, o filho que

continua a reclamar:

- O Juca me humilhou na frente dos meus amigos. Não aceito. Gostaria que ele ficasse doente sem poder ir à escola.

O pai escuta tudo calado enquanto caminha até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão. Levou o saco até o fundo do quintal e o menino o acompanhou, calado.

Zeca vê o saco ser aberto e antes mesmo que ele pudesse fazer uma pergunta, o pai lhe propõe algo:

- Filho, faz de conta que aquela camisa branquinha que está secando no varal é o seu amiguinho Juca e cada pedaço de carvão é um mau pensamento seu, endereçado a ele. Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço. Depois eu volto para ver como ficou.

O menino achou que seria uma brincadeira divertida e pôs mãos à obra. O varal com a camisa estava longe do menino e poucos pedaços acertavam o alvo.

Uma hora se passou e o menino terminou a tarefa. O pai que espiava tudo de longe, se aproxima do menino e lhe pergunta:

- Filho como está se sentindo agora? Estou cansado mas estou alegre porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa.

O pai olha para o menino, que fica sem entender a razão daquela brincadeira, e carinhoso lhe fala:

- Venha comigo até o meu quarto, quero lhe mostrar uma coisa.

O filho acompanha o pai até o quarto e é colocado na frente de um grande espelho onde pode ver seu corpo todo. Que susto! Só se conseguia enxergar seus dentes e os olhinhos.

O pai, então, lhe diz ternamente:

- Filho, você viu que a camisa quase não se sujou; mas, olhe só para você. O mau que desejamos aos outros é como o lhe aconteceu. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com nossos pensamentos, a borra, os resíduos, a fuligem ficam sempre em nós mesmos

(Autor desconhecido)

Cuidado com seus pensamentos; eles se transformam em palavras.
Cuidado com suas palavras; elas se transformam em ações.
Cuidados com suas ações; elas se transformam em hábitos.
Cuidado com seus hábitos; eles moldam o seu caráter.
Cuidado com seu caráter; ele controla o seu destino

(Revista da Folha 31/01/99)


LEMBRANÇAS DE NATAL


QUE TAL AMIGAS(OS) FAZER-MOS
ESTA LINDA CAIXA PARA DARMOS DE PRESENTE?


ÁRVORE DE NATAL COM FOTOS



Este ano vou enfeitar a arvore de natal com fotos de todas as pessoas da minha familia.
Faça a sua também. É muito legal!! Todos os seus familiares vão amar se verem na árvore de natal.



DEIXA A RAIVA SECAR

DEIXE A RAIVA SECAR

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas.

No dia seguinte, Júlia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar.
Mariana não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã.
Júlia então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio.
Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.
Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão.
Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada.
Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou:
"Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo?
Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão.
Totalmente descontrolada, Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento de Júlia pedir explicações.
Mas a mãe, com muito carinho ponderou:
"Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa?
Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou.

Você lembra o que a vovó falou?

Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar.
Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa.
Deixa a raiva secar primeiro..
Depois fica bem mais fácil resolver tudo.
Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão.
Logo depois alguém tocou a campainha..
Era Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão.
Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando:
"Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente?
Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei.

Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado.
Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você.
Espero que você não fique com raiva de mim.
Não foi minha culpa."
"Não tem problema, disse Mariana, minha raiva já secou."
E dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.
Nunca tome qualquer atitude com raiva.
A raiva nos cega e impede que vejamos as coisas como elas realmente são.

Assim você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta.

Diante de uma situação difícil. Lembre-se sempre:
Deixe a raiva secar.

ARRANJOS DE MESA



OUTROS ARRANJOS LINDOS AQUI





COLARES DE CARINHAS

Pipoca de Chocolate

Receita de Pipoca de Chocolate

Ingredientes:

4 e ½ xícaras (de chá) de pipoca já pronta (já estourada)
4 colheres (de sopa) de água
4 colheres (de sopa) de açúcar
4 colheres (de sopa) de achocolatado

Modo de preparo:

Coloque a água e o açúcar numa panela e vá mexendo até levantar fervura. Acrescente o achocolatado, misture bem e abaixe o fogo. Coloque a pipoca, mexa por 5 minutos até ficarem bem cobertas com o caldo. Desligue o fogo e continiue a mexer por alguns minutos, até ficarem bem sequinhas.

Dica:

Na falta de achocolatado, poderá substituir por chocolate em pó.

Receita de Pipoca de Chocolate


A MENSAGEM QUE EMOCIONOU O MUNDO


Quando você era bem pequeno...



Quando você era bem pequeno...


...eles gastavam horas lhe ensinando a usar talheres nas refeições...


... ensinando você a se vestir, amarrar os cadaos dos sapatos, fechar os botões da camisa..



Limpando-o quando você sujava suas fraldas, lhe ensinando a lavar o rosto, a se banhar a pentear seus cabelos...


...lhe ensinando valores humanos...


Por isso...







...quando eles ficarem velhos um dia...e seria bom que todos pudessem chegar até aí






...quando eles começarem a ficar mais esquecidos e demorarem a responder...






...não se chate
ie com eles...


...quando eles começarem a esquecer de fechar botões da camisa, de amarrar cadarços de sapato...




...quando eles começarem a se sujar nas refeições...




...quando as mãos deles começarem a tremer enquanto pente
iam os cabelos...



...por favor, não os apresse...porque você está crescendo aos poucos, e eles envelhecendo...




...basta sua presença... sua paciência... sua generosidade... sua retribuição...

...para que os corações deles fiquem aquecid
os...



...se um dia eles não conseguirem se equilibrar ou caminhar direito...


...segure firme as mãos deles e os acompanhe bem devagar
respeitando o ritmo deles durante a caminhada...
da mesma forma como eles respeitaram o seu ritmo
quando lhe ensinaram a andar...


fique perto dêles...assim como...


...eles sempre estiveram presentes em sua vida,
sofrendo por você...
torcendo por você...





e vivendo "POR VOCÊ".

;;