BOAS MANEIRAS




Meu
Pai e a Carroça
Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e, depois de um pequeno silêncio, me perguntou: - Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa? Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi: - Estou ouvindo um barulho de carroça. - Isso mesmo, e de uma carroça vazia... Perguntei-lhe, então: - Como o senhor sabe que a carroça está vazia, se ainda não a vimos? - Ora - respondeu ele - é muito fácil saber se uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que ela faz. Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, tratando o próximo com grossura, prepotente, interrompendo a conversa dos outros ou querendo demonstrar que é a dona da verdade, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai, dizendo: "Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que ela faz..."

Para viver em sociedade é bom que saibamos praticar boas maneiras no dia-a-dia.
Aí vão algumas dicas:

• Sempre que chegar em algum lugar, cumprimente as pessoas: Bom dia, professora. Boa tarde, mãe. Boa noite, vô.

• Fale baixo para não atrapalhar as outras pessoas.
Por exemplo: a igreja é um local onde devemos ter respeito. Evite ficar zanzando nos corredores ou entre os bancos. E, se precisar, fale em voz baixa com o seu colega.

• Peça licença para interromper uma conversa.

• Diga por favor quando for fazer um pedido.

• Dizer obrigado é uma maneira educada de demonstrar gratidão e reconhecer o esforço de uma pessoa para nos agradar. Diga sempre obrigado quando receber um presente, um convite ou quando alguém que lhe fizer um favor.

• Comporte-se bem à mesa e respeite os empregados.

Praticando atos de boas maneiras, você conviverá melhor com os seus amiguinhos e com as outras pessoas, e o mais importante: agradará a Deus por ter boas atitudes.
Comece a usá-las e logo você verá que elas se tornarão um hábito.

Aprenda mais neste site: AQUI

0 comentários: