O ANJO DOÇURA(por Romélia Dolores)


A MENINA E A ROSA
A menina vinha caminhando triste com saudades de sua mãe, que havia falecido há pouco tempo. No jardim de sua casa contemplava as rosas.
Olhando-as fixamente para um botão desejou ser uma delas, pois elas não sofrem, não sentem saudades, não choram...
Imaginem só o espanto dela quando a Rosa lhe falou:
“ Querida menina, eu não sou só beleza! Observa também em mim os meus espinhos! Também sinto dores tenho defeitos. Sofro as intempéries da vida.
Nem por isso, porém, me deixo abater procuro sempre ficar firme e exalar o perfume do amor!
Assim é com todos nós. Dentro de cada alma existe uma rosa: São as qualidades dadas por Deus. Dentro de cada alma, temos também espinhos: São os nossos defeitos e sofrimentos.
O problema é que só enxergarmos as vezes, apenas um lado que existe dentro de nós.
Daí nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir do nosso interior. Recusamos-nos a olhar o outro lado!
Um dos maiores dons que possuímos é ser capaz de passar pelos espinhos e descobrir a rosa que habita dentro de si. Descobrir o amor que lhe permitirá olhar o lado correto, sabendo distinguir suas qualidades, aceitando naturalmente seus espinhos.
Meus queridos desabrochem todas as rosas que existem dentro dos seus jardins!
Deus é tão bom e misericordioso que nos enviou para a terra, um anjo meigo e doce, mais doce que algodão doce!
Esse anjo consolava os pais, irmãos, toda a família que um parente seu tivesse desencarnado, quer dizer: O espírito deixar o corpo de carne para vir morar no mundo espiritual, o seu verdadeiro lar.
Um anjo caridoso que servia de correio do além. Nós espíritos nos comunicávamos através dele, e mandávamos noticias como uma carta!
O anjo doçura emprestava o seu braço, eles escreviam matando um pouco a saudades dos seus entes tão amados!
Pela sua mão passaram vários espíritos, sendo assim publicou centenas de livros e nunca ficou com o dinheiro dos direitos autorais. Sempre doava as instituições carentes.
Um verdadeiro homem de bem, que trabalhava a serviço da caridade, vivendo em meio a enfermos e necessitados. Hoje queremos homenageá-lo oferecendo todas as nossas cestinhas de rosas.
Que as flores de alfazema perfumem seus passos, alegrando todos os seus dias!
Muitos cheirinhos carinhosos para o senhor!
Nós te amamos! Tio CHICO XAVIER!

ROMÉLIA DOLORES(Retirado do livro O Anjo que pegou carona com as Estrelas)
Está : AQUI

0 comentários: