FELICIDADE

“Aquela menina de sete anos passeava pelo jardim, quando viu uma borboleta presa nos espinho do cacto. As asas espetadas nos espinhos, impediam a borboleta de voar… e a menina, tomada de compaixão pela borboleta, foi cuidadosamente soltando suas asas… até que a borboleta saiu voando, livre e leve, sob o sorriso encantado da menina. Mas, após um breve vôo, eis que a borboleta pousou no ombro da menina, murmurou no ouvido dela um agradecimento por ter salvo sua vida e disse: faça um pedido e eu lhe concederei! E a menina, na hora, pediu:
eu quero ser feliz!
A borboleta, solícita, falou baixinho um segredo no pé do ouvido da menina… o segredo da felicidade. E a menina foi realmente muito feliz, e teve uma juventude muito feliz e se tornou uma adulta muito feliz. Era já bem velhinha e continuava sendo muito feliz! Todos admiravam a felicidade daquela velhinha e muitos perguntavam pelo segredo…
“Felicidade – Ela está onde nós a colocamos, mas nunca a colocamos onde nós estamos.”

0 comentários: